CIDADE TEMPLÁRIA DE TOMAR PROMOVE A SUA XXI MOSTRA DE LAMPREIA

Para os apreciadores, está a chegar o momento mais desejado do ano, aquele em que a lampreia regressa às mesas dos restaurantes especializados. Água na boca que poderia acabar num engolir em seco, devido às restrições a que obriga a pandemia. Mas fiquem descansados todos aqueles que já sonhavam com este sabor único, pois em Tomar a Mostra da Lampreia vai ser uma realidade, apenas restringida a que a iguaria seja degustada na segurança da casa de cada um, após adquirida através de take away.

Assim, de 27 de Fevereiro a 31 de Março, há quatro restaurantes e nove pastelarias aderentes a esta iniciativa organizada em parceria com o Município de Tomar, onde pode encomendar a sua lampreia e também a respetiva sobremesa, este ano com uma presença significativa de estabelecimentos da zona sul do concelho, onde a lampreia é pescada no troço final do rio Nabão.

São eles, o Adhoc (na Rua Voluntários da República, em Tomar), A Lúria (na Portela de S. Pedro), O Picadeiro (no Alvito) e o Retiro da Águia (no Falagueiro, freguesia de Asseiceira). Destes, o primeiro e o último implicam reserva de véspera.

As pastelarias são A Padaria Antiga (na Linhaceira), o Pic-Nic Alameda (na Alameda 1 de Março, em Tomar), Pimpinela (na Rua Amorim Rosa, Tomar), Templária (Rua 10 de Agosto de 1385, Tomar) e os cinco estabelecimentos Tropical (R. Professor Andrade, Av. D. Nuno Álvares Pereira, Rua Fábrica da Sola, Av. Marquês de Tomar e Centro Comercial Lidl, todos na cidade).

Consulte o folheto em www.cm-tomar.pt para ter acesso a todas as informações. E bom apetite!

 

VILA NOVA DA BARQUINHA

XXVI MÊS DO SÁVEL E DA LAMPREIA

O Município de Vila Nova da Barquinha vai promover a mostra gastronómica “Mês do Sável e da Lampreia”, entre 13 de fevereiro e 21 de março de 2021.
 

Apesar do Estado de Emergência em vigor, os amantes destas iguarias poderão degustar estes pratos em três restaurantes do concelho de Vila Nova da Barquinha, em regime de take-away, mediante encomenda.

Nesta época do ano estas espécies sobem as águas do Tejo, dando origem a sabores únicos, confecionados de acordo com receitas centenárias.
Esta é a 27.ª edição consecutiva deste evento, que anualmente anima a restauração de Vila Nova da Barquinha, atraindo milhares de visitantes a um território onde se pode visitar o Castelo de Almourol, o Centro de Interpretação Templário ou o Parque de Escultura Contemporânea, entre outras atrações. Infelizmente, devido à situação atual não poderá haver visitação. Esperemos que em breve tal venha a acontecer.
Recordamos que este verdadeiro festival da gastronomia ribeirinha, fruto da parceria do Município com os restaurantes, tem como principal objetivo difundir a cozinha típica e tradicional de um concelho banhado por três rios – Tejo, Zêzere e Nabão – e cuja história está intimamente ligada à atividade piscatória.

Restaurantes aderentes: Restaurante "STOP" (Atalaia); Restaurante " O Trindade" (Vila Nova da Barquinha);  Restaurante "A Tasquinha da Adélia (Vila Nova da Barquinha).

2
 

LAMPREIA VOLTA A SER A RAINHA À MESA NO CONCELHO DE MAÇÃO

Mação vai receber mais um Festival da Lampreia, entre os dias 28 de Fevereiro e 12 de Abril, que conta com a participação de oito restaurantes do concelho. O presidente do município, Vasco Estrela (PSD), diz que manter a divulgação do típico prato de arroz de lampreia no festival significa que o concelho está também a promover os seus restaurantes e o potencial de Mação e das suas freguesias, assim como o rio Tejo. “O evento do ano passado foi um sucesso e creio que estão reunidas todas as condições para que este ano esse sucesso se repita”, referiu o autarca durante a apresentação do festival.

O município vai entregar a cada restaurante aderente um conjunto de outros produtos típicos do concelho, como azeite, azeitona ou mel, para que os visitantes possam prová-los. Vasco Estrela sublinhou que cabe à Câmara de Mação criar condições para as coisas acontecerem e ao assegurar a continuidade do festival está a preservar e divulgar o típico arroz de lampreia.

Os oito restaurantes vão cozinhar a lampreia com algumas particularidades, sobretudo na forma como o peixe é confeccionado, assim como o arroz que a acompanha. Vasco Estrela realça que a fama da lampreia vem de longe, assim como a sua história, que se cruza com a do rio Tejo e das gentes de Mação, sobretudo na freguesia de Ortiga, onde ainda existem vários pescadores.

 

O Festival da Lampreia é organizado pela Câmara Municipal de Mação que conta, este ano, além dos oito restaurantes aderentes, com o apoio da Pinhal Maior. longe, assim como a sua história, que se cruza com a do rio Tejo e das gentes de Mação, sobretudo na freguesia de Ortiga, onde ainda existem vários pescadores.

Festival da Lampreira - Mação

ADIADO

 

ENGUIA VAI ESTAR À MESA EM MARÇO EM SALVATERRA DE MAGOS

Para além da gastronomia, decorre ainda a terceira edição da Feira Nacional de Artesanato e de Produtos Tradicionais.

De 15 de Maio a 15 de Junho a enguia volta a ser o prato forte no concelho de Salvaterra de Magos com a realização de mais uma edição do Mês da Enguia. Enguias fritas com arroz de feijão, ensopado de enguias, caldeirada de enguias ou enguias grelhadas são algumas das várias formas de cozinhar o petisco e que vão constar nas ementas.

Restaurantes aderentes: "A Casinha"; "A tasquinha do Marujo - Páteo dos Leitões"; "Adega da Rosa"; "Dom Roberto"; "Flor da Vila"; "O Bom Garfo"; "O Canto do Vaz"; "O Escaropim"; "O Pinto"; "Parque Real - café snack-bar"; "Quinta da Barragem"; "Quinta do Parque Real"; "Tasca"; "Tira Picos"; "Zé da Marreta" e ainda "Zé do Moinho".